Jurerê Internacional


Este projeto, em Jurerê Internacional, partiu do aproveitamento da face norte, na frente do terreno, para o posicionamento dos dormitórios, ambientes que não poderiam prescindir de privacidade e ótima insolação.

Eles foram localizados no piso superior, dentro de uma caixa envolvida por um sistema de ripas metálicas que a destaca do restante da casa e dá privacidade às janelas dos quartos, filtrando quando necessário a insolação desejada.

No piso térreo, as ripas são em madeira. Em frente às aberturas, esses ripados podem ser abertos, aumentando a entrada de sol.

De dentro da casa, a vista não é prejudicada pelos ripados.

A arquitetura se completa com a adição de outras caixas destacadas, como o escritório no piso superior e a edícula nos fundos. Estas caixas receberam revestimento em ladrilho hidráulico para acentuar a sua independência da volumetria básica da casa. A referência para estes azulejos foram os painéis de Athos Bulcão, tão ricamente utilizados na arquitetura moderna brasileira.


No térreo os ambientes de convívio se abrem para a piscina, afastada dos limites da construção para receber mais sol mesmo estando ao sul, nos fundos do terreno.