O desenrolar do dia

Um casal que mora no exterior pretende curtir o Sul da Ilha em sua aposentadoria numa casa confortável, com linda vista do mar e da montanha.

A casa foi implantada numa parte alta e plana do terreno, com distribuição horizontalizada que privilegiou a acessibilidade dentro de casa, oferecendo maior conforto aos usuários. Além disso, evitamos grandes movimentos de terra e buscamos os melhores ângulos de visão para a paisagem. O resultado foi que de cada janela pode-se desfrutar uma vista de tirar o fôlego!

 O terreno de 68.000 m2 começa junto ao mar e sobe até o topo do morro, em uma sucessão de taludes e platôs naturais com vista para a baía e o morro do Cambirela.

 O ponto de partida da planta foi a piscina, aquecida, com duas raias de 20 metros de comprimento. Ela torna realidade um antigo sonho dos clientes, que costumam praticar esportes durante todo o ano. Numa área envidraçada, a piscina está integrada às salas e à área externa da casa, formando ambiente propício para exercícios e lazer.

A piscina coberta funciona como grande varanda, protegendo as salas do sol da tarde. Através das camadas de vidro, a casa tem acesso direto à paisagem.

 

A suíte do casal foi posicionada estrategicamente no canto esquerdo da casa, acima da garagem, com vista e insolação privilegiada. A privacidade na suíte é garantida pela distância do solo e pela vegetação, em grande parte já cultivada pelos proprietários. 

 

A área social é composta por uma grande sala que ocupa a área central da casa e onde se integram os ambientes de estar, jantar, jogos e lareira. Na ponta desta sequência um deck descoberto amplia a área de convívio, convidando ao descanso.

A cobertura, solta sobre esta grande sala, conecta os volumes prismáticos das outras áreas da casa e com sua inclinação invertida permite a entrada de luz natural em diferentes horários, diminuindo o uso de iluminação artificial e garantindo a contemplação do desenrolar do dia.